Ciência de Dados: Análise trabalhista de 2019

Caio
Tempo de leitura: 3 Minutos

Por Caio Santos

Já ouviu falar em Data Science ou Ciência de Dados? Sabe como ela se aplica ao mercado jurídico? É ela que permite a extração de informações extremamente valiosas a partir de um grande volume de dados.

Isso significa buscar informações quantitativas e transformá-las em dados qualitativos que vão gerar valor para o negócio.

Como fazer isso? Continue lendo o artigo que eu listei algumas ideias.

Como usar a Ciência de Dados para encontrar oportunidades?

Por exemplo, você sabia que o judiciário trabalhista brasileiro fechou o ano de 2019 com 1,6 milhões de processos em tramitação, número muito próximo ao ano de 2018, que também chegou a mais de 1,6 milhões de processos.

Apesar da quantidade, as estatísticas mostram uma queda em relação aos anos de 2017 e 2016, que tiveram mais de 2,4 milhões de processos, muito por conta da entrada em vigor da nova Lei Trabalhista. Veja mais detalhes no gráfico abaixo:

Mas o que esses dados representam sem interpretação? Como conseguir organizar esse tipo de dado para aplicações práticas ao seu negócio?

Hoje, quero reforçar com você algumas estatísticas da Justiça do Trabalho sobre a média de valores, distribuição de processos e atividades econômicas.
São dados que podem apoiar na criação de estratégias para aumento de ganho de causas, número de acordos, dentre várias outras oportunidades. Fique atento!

Distribuição de processos trabalhistas

📈 Em 2019, os meses com maiores registros de processos trabalhistas foram abril, maio e julho.

Já pensou em planejar suas ações de atração de cliente com foco em meses que mais demandam processos na Justiça? Então, essa é só uma das inúmeras ideias que você pode desenvolver fazendo uma análise qualitativa em cima de uma grande base de dados.

Média de valores, causa, custo, condenação e acordos

📍 Além dessa informação, você sabia que houve um crescimento de 18,2% na média de valores de causa de ações trabalhistas do ano de 2017 para 2019?

💸 Os assuntos que tiveram desfecho procedente com maior valor médio de condenação de 2014 a 2017, ou seja, antes da reforma trabalhista são:

1- Acidente de Trabalho
2 – Efeito Suspensivo
3 – Ente Público
4 – Adicional de Periculosidade
5 – Indenização por Dano Material

📍 As comarcas de Piracicaba, Jundiaí, Jaú, São Bernardo do Campo e Guarulhos possuem os maiores valores médios de condenação do país com desfecho procedente.

 

💸 Já os assuntos que tiveram desfecho procedente com maior valor médio de condenação desde novembro de 2017 a 2019, ou seja, depois da reforma trabalhista são:

1 – Plano de Cargos e Salários
2 – Cesta Básica
3 – Participação nos Lucros ou Resultados (PLR)
4 – Anulação / Nulidade de Ato ou Negócio Jurídico
5 – Adicional Noturno

📍 As comarcas de Itaberaba, São José do Rio Preto, Osasco, Uberaba e Guarulhos tiveram os maiores valores por condenação.

Atividades econômicas

🔎 As 5 atividades econômicas que demandaram mais processos trabalhistas em 2019 foram:

  • Administração pública em geral;
  • Construção de edifícios;
  • Restaurantes e similares;
  • Limpeza em prédios e em domicílios;
  • Bancos múltiplos, com carteira comercial.

📈 Em 2019, a atividade econômica “Administração pública” fechou mais de 3 mil processos trabalhistas por meio de acordos, apesar de ter mais do que o dobro de processos do segundo ramo. Já a atividade “Construção de edifícios” teve o triplo de acordos homologados, fechando o ano em mais de 9 mil.

🚚 Dentre essas cinco atividades econômicas citadas com mais processos, “Bancos múltiplos, com carteira comercial” é a que possui o maior valor médio de causa.

Como levantar todas essas informações? Usando uma ferramenta de Jurimetria, como o Data Lawyer Insights, é possível extrair várias ideias e traçar planos de atuação de acordo com o perfil do escritório ou departamento jurídico.

Agora, uma pergunta que eu deixo para você: já pensou em como seguir carreira de analista de dados jurídicos? Sabe como interpretar essas informações a seu favor? O que você achou das informações disponibilizadas? Deixe seu comentário abaixo.

Se quiser saber mais informações, fale com a gente!

Observação: Todos os dados acima foram retirados do Data Lawyer Insights*, plataforma de jurimetria trabalhista que gera análises inteligentes e cruzamentos de dados, ajudam na tomada de decisões e identificação de tendências.

*Valores extraídos mediante Inteligência Artificial com uma acurácia de 94%

Caio das Chagas e Santos é administrador, analista de dados, idealizador e fundador do Data Lawyer, um hub de tecnologia jurídica, com produtos voltados para gestão e análise de dados.

0 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Preencha os campos obrigatórios para enviar o comentário. (marcados com *)

3 × 2 =