Legal Analytics: o que é e como aplicar em empresas jurídicas?

legal-analytics
Tempo de leitura: 4 Minutos

O Judiciário brasileiro fechou o ano de 2018 com 80,1 milhões de processos em tramitação e apenas 16% dos processos entraram ainda na forma de papel, o restante já entraram em sua forma digital. Ainda assim, existem 260 processos do milênio passado em aberto.

Todos os dados produzidos diariamente são tidos como força de transformação e avanço em diversas áreas.

No meio jurídico, o grande número de dados é utilizado como alicerce de uma advocacia diferenciada, incentivando uma tomada de decisões mais clara, consciente e segura nos escritórios.

Sabemos que o Jurídico corporativo é imprescindível dentro de uma empresa e para tomar decisões que afetem positivamente, é necessário entender bem o modelo de gestão e saber interpretar os dados.

É a partir deste momento que cresce o interesse e a procura pelo Legal Analytics. Vamos descobrir mais sobre essa tendência que promete revolucionar os escritórios e departamentos jurídicos?

O que é Legal Analytics na prática jurídica?

Antes de falar em Legal Analytics, precisamos relembrar dois conceitos importantes: inteligência artificial e big data. Isso porque os três conceitos se conectam na área jurídica.

De forma resumida, a inteligência artificial tem o objetivo de automatizar tarefas repetitivas, que antes eram feitas por seres humanos. O que faz com que computadores tenham uma capacidade similar a inteligência humana e fomentem o seu aprendizado.

Com o uso de big data, profissionais conseguem realizar análises, identificar padrões e mensurar informações estratégicas para atuar nas ações a partir de um grande volume dados.

Já o Legal Analytics é o uso destas tecnologias para análise jurídica. Mas não se preocupe, explicaremos como essa aplicação é feita no decorrer do post!

Atualmente, são mais de 40 trilhões de gigabytes de dados digitais disponíveis e a tendência é aumentar em mais de 40% em um período de dois anos. O que fazer com essa volumetria? Como identificar o que é informação realmente aplicável?

O Legal Analytics veio, então, para permitir uma avaliação quantitativa e qualitativa de comportamentos, tendências e do volume de dados que realmente interessa para os negócios.

Isso porque, por exemplo, a análise de ações antigas de um escritório de advocacia pode indicar padrões significativos em litígios para serem usadas de forma estratégica. O que antes não era possível com tamanha agilidade.

Com essa análise, é possível antecipar os resultados dos casos e complementar o conhecimento jurídico de um advogado.

Volumetria x jurimetria

A análise volumétrica, também conhecida como volumetria, consiste em saber o número de
processos de determinadas pessoas ou empresas, suas causas raízes, pedidos principais e subsidiários, valores envolvidos, dentre outras informações.

Em resumo, ela traz um panorama da situação dos seus processos.

A jurimetria utilizará dos dados volumétricos para uma análise direta de cada resultado, processo, decisão e fato jurídico. Com ela, é possível responder algumas perguntas como:

  • Qual será a duração de um processo?
  • Qual a chance, dado um juiz específico, de receber uma sentença favorável?
  • É melhor seguir em frente com uma demanda ou propor um acordo?
  • Quais empresas posso prospectar com dados de processos?

E para responder à essas perguntas, precisamos de dados estruturados e confiáveis.

Na medida em que eles nos fornecem “pistas” valiosas, é possível identificar as causas recorrentes, a localização dos principais conflitos, o perfil dos demandantes, dentre outros
detalhes essenciais.

O Legal Analytics é uma das técnicas indispensáveis para o exercício estratégico da advocacia e em sua ramificação temos a volumetria e a jurimetria.

Mas quais são os principais benefícios do Legal Analytics?

O papel do Analytics é proporcionar insights. Isto é, analisar dados, para transformá-los em informações valiosas e gerar ações relevantes para o escritório.

À medida que a tecnologia continua avançando, a adoção do Legal Analytics se tornará comum e necessária para permanecer no mercado. Para escritórios de advocacia, a análise jurídica se provará como uma ferramenta essencial para ganhar casos e coletar as principais informações necessárias para isso.

Para comprovar isso, separamos os principais benefícios em utilizar um sistema de Legal Analytics:

Refinamento da estratégia jurídica

Os escritórios e departamentos jurídicos precisam estar sempre em constante desenvolvimento, refinando estratégias, mostrando maior qualidade no trabalho desenvolvido, ao mesmo tempo em que são cobrados por uma redução nos custos.

E para a estratégia de negócio, o Legal Analytics é uma robusta ferramenta de análise e benchmarking jurídico.

A técnica de benchmarking visa ao desenvolvimento de estudos que comparem o seu desempenho com a concorrência, atingindo uma posição de liderança e qualidade.

Com ela é possível entender como está a performance do seu empreendimento jurídico, do mercado, de segmentos específicos, juízes, comarcas, advogados requerentes e requeridos.

São esses dados que contribuem para o planejamento da empresa, para que consigam gerir melhor os riscos e preparar-se previamente. De forma mais eficaz, o benchmarking ajuda a lidar com os processos que surgirão de forma mais eficaz.

Maior segurança e confiabilidade no serviço

Um estudo realizado do Google com o BCG, comprovou os resultados que uma empresa pode obter quando baseia suas estratégias em dados: corporações mais maduras na transformação data-driven identificam um aumento na eficiência de até 30% e 20% de aumento em sua receita.

Pensando nos dados citados acima, imagine que sua empresa tenha entrado com uma determinada ação na comarca X e que o juiz responsável pelo julgamento será o meritíssimo Y.

Com uma solução de Legal Analytics será possível fazer uma análise para entender o posicionamento deste juiz em ações semelhantes, ter uma previsão do que pode acontecer com o seu caso e estimar com precisão quanto tempo o litígio pode durar.

Para escritórios de advocacia, esta mesma situação pode ser usada como exemplo para quando o cliente pergunta “qual é a minha chance de ganhar o processo? Quanto tempo esse processo vai durar? Vale a pena investir na segunda instância ou aceito o acordo?”.

Com o Legal Analytics é possível repassar ao cliente dados verdadeiros e estimados, respondendo as perguntas baseando-se em informações que podem ser comprovadas. O que traz, consequentemente, mais segurança e confiabilidade no serviço.

Aumento da captação e fidelização de clientes

Atender com maior excelência e rapidez deve ser um dos objetivos de escritórios e departamentos jurídicos. Afinal, quanto mais rápido o tempo de resposta, maior a possibilidade de conquistar um cliente.

79% dos clientes de escritórios de advocacia possuem uma expectativa de resposta sobre o seu processo em até 24 horas. Após esse tempo, a possibilidade de perder um cliente em potencial passa a se tornar maior de acordo com o estudo da Bill4time:

O uso do Legal Analytics por escritórios de advocacia é, também, um meio de prospectar potenciais clientes. Isso porque,os dados demonstram os índices de resolutividade obtida a partir da utilização de estratégias definidas com base em análises.

Ou seja, frente aos números apresentados, dificilmente há o que contestar?

Análise competitiva de mercado

A mudança da expressão “eu acho” para “eu posso comprovar isso com dados” pode trazer modificações positivas, inclusive para criar um diferencial para seu escritório.

Em um mercado onde há cerca de 1,1 milhão de advogados e que, nos últimos anos, foram abertos mais de 11 mil escritórios só no estado de São Paulo (e 30% desses já fecharam as portas), poder analisar a concorrência é uma vantagem competitiva.

Por sorte, o Legal Analytics oferece a você acesso à esses dados!

Verificar o histórico dos litígios da parte contrária e, assim, obter informações sobre as estratégias jurídicas utilizadas e resultados alcançados por intermédio delas é uma das possibilidades.

Dessa maneira, os escritórios de advocacia conseguem estimar o tempo de duração de um processo, o provável valor da ação, elaborar estratégias mais assertivas, além de explorar muitos outros dados interessantes em sua área de atuação.

Em um certo ponto, as empresas deixarão de “combater incêndios” para conquistar objetivos de longo prazo.

A transformação de dados em informação

Reproduzir gráficos ou realizar relatórios não é algo tão difícil quando temos a tecnologia para nos dar apoio. O difícil é obter informações precisas e confiáveis com a segurança desejada sem o apoio da tecnologia?

Ter em mãos informações valiosas e tomar decisões a partir delas é uma ação que está cada vez mais inserida no cotidiano jurídico. O acesso a dados extremamente detalhados e confiáveis passou a ser um alicerce para a advocacia.

O altíssimo nível de informações reais e valiosas sobre processos, mercado, empresas e concorrentes faz do Legal Analytics uma aplicação que têm muito à oferecer.

Enquanto sua empresa vai colhendo os frutos com insights e tomada de decisão mais eficiente trazidos pelo Legal Analytics, o foco em atividades que demandam mais da sua expertise podem ter mais da sua atenção!

É uma prioridade para o seu negócio ter suas decisões transformadas por meio de dados reais? Então conheça a plataforma de jurimetria da Data Lawyer, que utiliza de inteligência artificial e outros modelos preditivos para gerar insights poderosos!

(Software Jurídico)

Juntamos experiência e inovação. Somos mais do que uma plataforma de Gestão Jurídica, somos um hub de tecnologia. Acreditamos em uma advocacia orientada a dados.

1 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Preencha os campos obrigatórios para enviar o comentário. (marcados com *)