O que é permitido no Marketing Jurídico: vá muito além do código da OAB

marketing-juridico-alem-da-oab

Para conquistar clientes na advocacia, é preciso que o advogado invista um bom marketing jurídico. Mesmo que o código de ética da OAB não permita que advogados façam propaganda para captação, isso não significa que você precisa ficar parado!

Com estratégias bem pensadas é possível alcançar e medir resultados eficientes.

O assunto tem ganhado cada vez mais destaque e junto a curiosidade e a gama de conteúdos, é preciso entender alguns pontos importantes e que, realmente, ajudem o escritório de advocacia com o marketing jurídico.

Para responder as dúvidas e curiosidades, preparamos esse conteúdo completo, onde você aprenderá desde a importância em investir no marketing à como fazer a sua estratégia dentro do escritório.

O que é Marketing Jurídico? É correto investir de acordo com a OAB?

Nos dias de hoje, quando um cliente precisa dos serviços de um escritório jurídico, ele se depara com uma infinidade de empresas e profissionais capacitados para atendê-lo. Assim,
é preciso buscar um diferencial para se destacar em meio a todos. Mas como fazer isso?

O marketing jurídico passou a ser mais do que uma opção, mas sim uma necessidade! E ele nada mais é do que uma estratégia de posicionamento para os advogados no mercado.

É na execução correta dessa estratégia que você mostra ao mundo quais as suas especializações, casos de sucesso e os problemas que você resolve.

O primeiro passo para “chegar lá” é desmistificar a forma como você enxerga a advocacia. Se você oferece algo a alguém e cobra por isso, nada mais justo do que considerar o seu escritório uma empresa de grandes negócios.

Então, não há vedação de tratar advocacia como negócio, fazendo marketing para conquistar clientes e não para captá-los.

Na conquista o advogado mostra seu valor quando a pessoa procura por uma solução, é uma comunicação pouco invasiva, pensando na melhor experiência com o cliente, e não apenas nos recursos finais.

A estratégia de Marketing Jurídica mais efetiva, sem dúvidas, é a estratégia digital, visto que a ascensão da internet e dos meios de comunicação digitais estão a todo vapor.

O marketing digital é uma das melhores ferramentas para consolidação de nome de advogados. Isso porque, a combinação das duas vertentes, conteúdo e Inbound Marketing, se encontram dentro das delimitações do código de ética da OAB.

Além disso, ele é ideal para pequenos e médios escritórios, por ter um custo muito mais acessível que as outras estratégias disponíveis, tais como relações públicas e assessoria de imprensa, comumente utilizadas por escritórios incrivelmente grandes.

Por que investir em Marketing Jurídico Digital?

O marketing jurídico digital é bastante diferente do que a maioria das pessoas conhecem como marketing. A técnica expande o alcance do escritório e permite entregar valor, não apenas um material publicitário qualquer.

Pensando nisso, quais são os benefícios que fazem do marketing jurídico algo tão relevante? Separamos algumas, confira:

Conquistar mais clientes e melhorar os negócios

Um profissional do Direito que quer conquistar clientes na advocacia precisa mostrar que sabe muito bem do que está falando e que ninguém contrata um profissional que não passa a devida confiança.

Neste ponto, o marketing jurídico digital entra com força ativa! Por isso, ter uma presença forte em eventos, sites e publicações especializadas, gera valor incontável para o advogado.

Implementar estratégias de marketing jurídico permite que você atinja a sua persona, ou seja, aquela pessoa que realmente precisa dos seus serviços e ainda vai descobrir sobre. Ela vai conhecer minimamente a sua área e foco de atuação.

Maior chance de atingir as metas de vendas do escritório

Investir em marketing jurídico é uma forma de acelerar as metas de crescimento do escritório.

Com um bom planejamento estratégico para o seu escritório de advocacia baseado nos objetivos gerais do marketing jurídico é possível colocar em prática ações rotineiras que te ajudem a conquistar essa meta.

Como o cliente chegará “mais preparado” e já sabendo um pouco mais sobre os seus serviços, a comunicação não será invasiva e isso será um ponto a mais para ganhar a venda!

Melhora a competitividade no mercado

Para o consumidor atual, é muito mais vantajoso pesquisar com cuidado e encontrar alguém confiável para resolver seu problema, ao invés de confiar e se arriscar em um serviço desconhecido.

Por isso, a forma de contratar serviços advocatícios tem mudado bastante. Somando esse fator à competição acirrada que há no mercado, é claro a necessidade de se destacar em um mercado como esse.

E o marketing jurídico é a estratégia perfeita para isso, já que pode te ajudar a criar uma boa reputação e sair na frente do concorrente.

Mas como isso pode acontecer? É o que você vai aprender logo abaixo!

Como aplicar o Marketing Jurídico e por onde começar?

Você já sabe o que é o Marketing Jurídico e em como ele passa a ser crucial para seus negócios a partir de agora, mas como deixar a teoria de lado e aplicar na prática? Separamos 05 dicas de como começar agora mesmo, vamos lá?

Definição de persona, ou “cliente ideal”

O primeiro passo é definir a persona, ou “cliente ideal”. 

É fundamental para uma estratégia de marketing saber com quem você vai se comunicar, como e quando. Dentro dessa dinâmica, definir a dor do seu cliente potencial é um ponto chave!

Se te perguntarem hoje: “você é advogado de quê?” e a sua resposta for “pego todo e qualquer serviço”, então, o cliente nunca vai saber se você é a pessoa certa para ele. Você não cria uma identidade e não passa clareza na sua advocacia, e isso não é nada bom.

Quando falamos em “dor”, queremos dizer que é preciso saber o que incomoda seu cliente, quais são suas angústias e necessidades. Olhe para seu cliente, entenda o que ele espera de você e apenas depois disso preste o serviço esperado.

Para isso, a definição da persona é ideal. Falamos sobre isso nos porquês de se investir em marketing jurídico e repetimos agora: com essas informações, você consegue encontrar um tom ideal para a interação com as pessoas e pode pensar em estratégias mais eficientes.

A Rock Content oferece uma ferramenta gratuita para criar a personificação do seu cliente ideal, basta clicar aqui para acessar e o seu primeiro passo está dado!

Determinar objetivos e metas

Um erro muito comum das pessoas que fazem marketing jurídico é não saber o objetivo da sua comunicação: gerar curtidas? gerar mais seguidores? melhorar o branding do seu escritório? gerar clientes mais qualificados?

Uma estratégia de marketing deve ser direcionada e focada, sem isso não vai enxergar resultados nessa ação.

Toda comunicação tem uma finalidade, por isso, antes de partir para a ação reserve um momento para traçar os objetivos do seu marketing jurídico. Que resultados você quer atingir e em quanto tempo?

Faça isso em períodos semestrais e anuais, como: conquistar 15 negócios qualificados por mês e não 200 desqualificados que não tem a ver com meu serviço.

Estabelecer um orçamento

Esse orçamento vai desde a criação do seu site, que é o mínimo que você precisa ter, até o possível engajamento de publicações nas redes sociais.

Então, é hora de colocar no papel o quanto você deseja gastar baseado nos seus objetivos definidos logo acima. O mais importante é ver o marketing jurídico como investimento e não um custo.

Escolha canais apropriados para a estratégia

Site, blog, perfil em todas as redes sociais e tempo para advogar e atender com qualidade. Falando em marketing jurídico, esse seria um sonho, não é mesmo? Mas a realidade é que nem todos os os canais disponíveis atrairão clientes.

Por isso, analise o seu público e escolha os canais que eles mais utilizam. Alguns dos canais mais utilizados por advogados são:

Facebook

“Será que o Facebook realmente pode ser uma boa opção para atrair mais clientes para o meu escritório?”. Para que isso dê resultados, é preciso separar o perfil pessoal do profissional.

O perfil profissional é ideal para conter suas informações de contato. É nela que os seus futuros clientes podem pesquisar informações sobre o seu escritório e obter informações sobre o seu contato, clientes satisfeitos, avaliações e também entrar em contato pelo messenger do Facebook.

O primeiro passo é manter a sua página totalmente atualizada com todas as informações possíveis. O segundo passo é manter uma regularidade nas postagens e com conteúdos relevantes. O quarto e o último passo é determinar perguntas e opções de respostas para o cliente que entre na página, funcionando como um pré-atendimento.

Para que você se inspirar, separamos as páginas de advogados que mais bombam no Facebook:

LinkedIn

Você já possui o seu perfil no LinkedIn? Pois deveria! O LinkedIn é a rede social profissional mais conhecida em todo o mundo e uma ótima ferramenta para os negócios.

Não há problemas em usar as redes sociais para divulgar seus serviços e melhorar o seu marketing jurídico e o LinkedIn é uma ótima opção:

  • Trocar conhecimentos: há fóruns e grupos em que você pode conversar com colegas e até tirar dúvidas sobre casos. Aproveite para trocar outras experiências profissionais, das mais diversas áreas.
  • Criar o network perfeito: quanto mais você otimizar suas relações nessa rede, melhor será o seu networking. Você encontrará pessoas referências no seu mercado, profissionais ativos em discussões e muito mais!
  • Estar por dentro de novidades em primeira mão: por ser uma rede profissional, tudo o que é compartilhado ali pode ter referências em assuntos que você conhecerá em primeira mão. 

Instagram

O Instagram é uma das redes mais populares do mundo, porém é comum que um advogado tenha receio de se expor nas redes sociais. Vamos deixar esse estereótipo de lado e falar sobre o potencial dessa mídia para os negócios.

Você pode utilizar o stories e todas as funções que ele oferece: textos, imagens, vídeos, vídeos ao vivo… são inúmeras possibilidades. O melhor dessa função para o advogado é a possibilidade de mostrar o seu dia a dia de forma instantânea.

Se você é especializado em Direito Trabalhista, por exemplo, exponha isso em seu perfil a fim de otimiza-lo no momento que um futuro cliente procure por “Direito Trabalhista”. Além disso, utilize “#” para ser encontrado mais facilmente e disseminar o seu conteúdo.

E por fim, utilize o feed para produzir conteúdos de valor. Você deve saber que o Instagram ocultou o número de “likes” das publicações a fim de melhorar os conteúdos que são postados, por isso, utilize a ferramenta ao seu favor.

Mostre para os seus seguidores que você é referência na sua área. Crie post com as notícias que vê no LinkedIn e/ou as publicações mais curtidas da sua página no Facebook. Utilize todas as redes interligadas para melhorar seu alcance, seguidores e envolvimento.

Faça um bom Marketing de Conteúdo

A produção de conteúdo relevante é a base de todo e qualquer marketing da área digital.

Mas, o que podemos classificar como conteúdo bom e relevante? Em resumo, tudo aquilo que seja interessante para as pessoas que você quer atrair como futuros clientes.

Isso quer dizer que o seu conteúdo deve ser direcionado para a sua persona, que já foi citada e você já sabe como criar, se lembra?

O seu conteúdo deve ser relevante para quem está lendo, mas deve ser entendido também, por isso, é preciso deixar o “juridiquês” de lado e usar o tom e linguagem certa.

Você tem que distribuir conteúdo informativo com vias a mostrar seu conhecimento jurídico, construir autoridade no que escolheu para trabalhar como nicho de mercado.

Pensando na jornada de compra do seu escritório, será preciso criar conteúdo para cada etapa da jornada, lembrando que o seu objetivo é atrair o público sutilmente.

Existem cursos gratuitos de Marketing de Conteúdo para que você aprenda passo a passo, que tal começar por aqui?

Não esqueça de medir os resultados

Não poderíamos falar em Marketing Jurídico sem mostrar o quão importante é medir todas as suas estratégias. Como você saberá o que está dando certo para o seu escritório sem medir?

Com os resultados em mãos é possível pausar aquilo que não está dando certo e descobrir o motivo e também dar mais atenção e melhorar o que gera valor e clientes para a sua empresa.

Mensure os resultados de marketing do seu escritório e obtenha resultados plausíveis à dados!

Com uma boa estratégia de marketing jurídico o seu escritório tem tudo para se tornar referência e você pode começar os primeiros passos agora mesmo. Boa sorte! 

(Software Jurídico)

Juntamos experiência e inovação. Somos mais do que uma plataforma de Gestão Jurídica, somos um hub de tecnologia. Acreditamos em uma advocacia orientada a dados.

0 I like it
0 I don't like it

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

11 + oito =